Ter, 25 de outubro de 2022, 08:23

Campus de Itabaiana realiza ciclo de apresentações de trabalhos de pós-doutorado
12 pesquisadores já puderam apresentar os resultados de seus estudos e qualificações à comunidade acadêmica
Professora Marta Élid, do Departamento de Matemática (DMAI), fez o seu pós-doutorado sobre educação estatística
Professora Marta Élid, do Departamento de Matemática (DMAI), fez o seu pós-doutorado sobre educação estatística

Obedecendo a uma resolução do Conselho Universitário que determina que os resultados dos estudos e qualificações dos professores que se afastaram para capacitação sejam apresentados à comunidade acadêmica, o campus de Itabaiana tem organizado o “Ciclo de Seminário do Nippec”.

Os encontros começaram em fevereiro de 2022, ainda de forma virtual, e doze pesquisadores já passaram por lá. Na última terça-feira, 18, foi a vez da professora Cristina Ramalho, do Departamento de Letras de Itabaiana (DLI) e coordenadora adjunta do Centro Internacional e Multidisciplinar de Estudos Épicos (Cimeep).

A docente recém-concluiu seu trabalho na Universidad Nacional de Mar del Plata, em Buenos Aires, realizando pesquisa para a “formação de uma base de referências teóricas e de compilação de obras que sustentem a composição de uma historiografia da da presença do gênero épico nas Américas”.


Professora Cristiana Ramalho apresentou os resultados de seu pós-doutorado na última terça, 18 (Foto: Nippec)
Professora Cristiana Ramalho apresentou os resultados de seu pós-doutorado na última terça, 18 (Foto: Nippec)

Para ela, uma das maiores vantagens desse ciclo de seminários é a oportunidade de atrair outros pesquisadores para a sua área de pesquisa. “O trabalho que desenvolvo tem uma natureza coletiva, e vou precisar de que outras pessoas se interessem e participem, porque se trata de um universo de obras muito, muito grande. Então, quanto mais pessoas conhecerem, mais chances eu tenho de ter alguma aderência, seja de alunos ou de professores”.

Gerivaldo Duque, professor do Departamento de Física de Itabaiana e coordenador do Núcleo Integrado de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação e Ciência (Nippec), responsável por organizar o ciclo de seminários, explica que essa é uma maneira de “mostrar o que a gente vai fazer nessas qualificações e, quando volta, tem que também prestar conta e mostrar à comunidade do que você é capaz”.

A professora Marta Élid, do Departamento de Matemática, fez o seu pós-doutorado em 2019 na Universidade Anhanguera, em São Paulo, e foi uma das docentes que já apresentou seus resultados no Ciclo de Seminários. Ela se dedicou ao estudo da educação estatística e explica: “Como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) está propondo que a gente tenha o eixo de probabilidade estatística desde os anos iniciais, tentei trazer uma sequência de atividades e discussões que pudessem colaborar na formação desses professores, para que possam ensinar essas temáticas na educação básica”.


Professor Gerivaldo Duque, coordenador do Núcleo Integrado de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação e Ciência (Fotos: Schirlene Reis/Ascom UFS)
Professor Gerivaldo Duque, coordenador do Núcleo Integrado de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação e Ciência (Fotos: Schirlene Reis/Ascom UFS)

A docente considera a iniciativa dos seminários muito importante para conhecer o trabalho dos colegas e fortalecimento da universidade. “A gente precisa saber a quem recorrer dentro do nosso espaço, da nossa universidade, do nosso campus, e para que a gente possa se fortalecer enquanto grupo”.

Élid conta que não só apresentou, mas também teve a oportunidade de assistir a apresentação de outros colegas, e afirma: “É isso mesmo o que a gente precisa fazer: conhecer, e incentivar os nossos estudantes, a conhecer, a ter um conhecimento mais amplo do que a gente faz aqui e que pode contribuir, tanto na área de ensino como nas diversas outras áreas”.

Próxima apresentação

Nesta terça-feira, 25, às 19h, a professora Adriana Sacramento, do Departamento de Letras de Itabaiana (DLI) apresentará a palestra “Diálogos transversais - aproximações Brasil e México”, fruto de seu pós-doutorado realizado em 2019, na Universidad Autonoma de Tamaulipas, no México. O evento ocorre no miniauditório do Campus prof. Alberto Carvalho.

Ascom

comunica@academico.ufs.br

Republicado por Secom - Campus de Itabaiana

comunicaita@academico.ufs.br


Atualizado em: Ter, 25 de outubro de 2022, 15:10
Notícias UFS